News Stories

O Centro de Montevidéu

O centro de Montevidéu estava todo enfeitado para a época do Natal.

Ficamos impressionados com a área verde de Montevidéu. Tudo arborizado, árvores por todos os lados, parques, flores e jardins. Eu não sei onde eu li que o Uruguai é o país mais verde da América do Sul. E é mesmo.

O trânsito da capital uruguaia, ao contrário do que se é esperado, é tranquilo, não tem engarrafamento, quase não se vê motos nas ruas (talvez por causa do frio que faz no restante do ano, fora do verão). Montevidéu é a menor cidade do país. Capital com cara de cidade do interior.

Achamos tudo muito fácil durante todo o nosso passeio. Em quase todos os lugares turísticos que fomos aceitaram reais e dólares. Nos hotéis, em vários restaurantes, algumas lojas e táxis. No ônibus circular só aceitam em pesos uruguaios. Para trocar o dinheiro para a moeda local, a melhor cotação está no centro da cidade.

Praça da Independência, no centro de Montevidéu, um dos pontos mais turísticos.

Pegamos um tour guiado em inglês para conhecermos o famoso Teatro Solís.

Praça linda, arborizada, com flores e chafarizes. Bem no centro da capital uruguaia.

A melhor forma de se conhecer uma cidade, na minha opinião, é misturando-se com os moradores locais. É andar de ônibus, passear pelo centro, pedir informações, tentar se comunicar. Os uruguaios são atenciosos, bem educados e muitos deles falam ‘portunhol’.

Vimos muitas livrarias e bancas de livros usados pelo centro da cidade. Os uruguaios têm um forte hábito da leitura. Percebe-se nos ônibus, que aliás, ao contrário do Brasil, é utilizado por todas as classes sociais.

Os carros no Uruguai são bem mais caros do que no Brasil. Apenas nos bairros mais chiques é que se vê 1 carro por casa (segundo as informações que tivemos).

As passagens de ônibus e o táxi custam mais ou menos igual ao Brasil.

De acordo com o Wikipédia, o Uruguai é o país (ou paisito, como é chamado pelos uruguaios) com a melhor qualidade de vida da América do Sul.

Related articles

  • Artesanato e gift shops no Uruguai

    E, para encerrar os posts sobre o Uruguai, algumas fotos de artesanatos (e outras coisas que os turistas gostam de comprar) que vimos nas feiras e lojinhas (gift shops) no país. Em Montevidéu as feiras de artesanato estão espalhadas por vários pontos da cidade, algumas só abrem aos domingos. Em Punta del Este existe uma

  • Bebidas típicas uruguaias

    Além do vinho uruguaio, a bebida com frutas (abacaxi, laranja e maçã) e vinho branco clericot e o medio y medio, que é a mistura de vinho branco com espumante, fazem sucessso entre os turistas. Encontramos nos supermercados uma grande variedade de cervejas alemãs por preços bem mais baixos do que são vendidas no Brasil.

  • Comidas típicas uruguaias

    Eu acho que a principal comida típica uruguaia, fora o churrasco, é o chivito. Eu já sabia do tal do chivito antes mesmo de chegar no Uruguai. Para dizer bem a verdade o chivito, para os brasileiros, não passa de um lanche grande com um bife dentro. Para os outros estrangeiros deve ser algo muito

  • Lojinhas de Punta del Este

    Como toda cidade turística, Punta del Este tem suas lojinhas de lembranças da cidade, bares e restaurantes ao redor da praia e porto. No final da tarde, mesmo estando no verão, venta demais na praia, meio friozinho. As lojinhas são uma excelente opção.

  • Punta Del Este, no Uruguai

    Do aeroporto de Montevidéu sai ônibus de hora em hora (pelo menos) das companhias COT e COPSA. As passagens custam em média 17 reais cada (ida) para Punta Del Este e leva mais ou menos 1 hora e meia para chegar. As duas companhias oferecem internet wireless gratuita a bordo. A rodoviária de Punta Del

Leave a Reply

Todas as Viagens

Comentários

  • João Pedro Benacchio: Pessoal não fui eu quem escreveu esse...
  • Gustavo Woltmann: Lindas imagens da cidade. Fui para Balneário...
  • denise: anonimo já diz covarde , ignorante e preconceituoso, vc...
  • Ken: Caracas…. quanto japa!! Fora vcs dois, o resto era tudo...