News Stories

  • Rabanete Power

    Um super rabanete, cultivado aqui mesmo, na pacata cidade do interior paulista.

    Um super rabanete, cultivado aqui mesmo, na pacata cidade do interior paulista.

    Essa mereceu foto! Olhem o tamanho do rabanete que estão crescendo aqui na chácara em Guapiaçu com as sementes que plantamos. Não são todos que crescem deste tamanho, mas já dá para sentir o ‘potencial leguminoso’ dos rabanetes.

    Para a primeira experiência como pequenos agricultores até que a gente não se saiu tão mal. Temos verduras todos os dias nas refeições. As alfaces estão crescendo agora, mas a gente plantou meio errado, todos os pés bem pertinhos uns dos outros, não vai ter espaço o suficiente se a gente não matar alguns deles. Dá dó, mas teremos que eliminar a maioria.

    Para fazer horta é necessário cuidado diário, aguar pelo menos 1 vez por dia e colocar bastante adubo. É preciso preparar bem a terra antes de plantar também e planejar onde vai ficar cada semente (coisa que não fizemos). Aí é só esperar e colher. A única coisa é que quando começa a nascer é tudo junto. O perigoso é enjoar das verduras e legumes. A minha irmã e o namorado dela não aguentam mais comer cenoura todos os dias. E os tomates viram molhos congelados, lotando o congelador.

    Pena que esses posts rurais vão acabar por algum tempo. Estaremos em breve do outro lado do mundo, comprando estes mesmos legumes e verduras por um preço abusivo no Hawaii. É que a mão de obra lá é muito cara. Na feira, as verduras chegam a custar um absurdo. A gente acaba nem comprando. Sai mais barato comprar verduras de saquinho, lavadas já, do que verduras frescas na feira. A gente comprava direto a rúcula em pacotinho nos supermercados.

    O abacaxi mesmo, que é o símbolo do Hawaii, custa 5 dólares na promoção. E nem é melhor que o abacaxi pérola do Brasil. O Franky mesmo não acha que o tão famoso abacaxi de Maui seja melhor do que o do Brasil, baratíssimo. A gente acha tudo caro por lá porque o clima do Hawaii é bem parecido com o do Brasil, os legumes e verduras são praticamente os mesmos, só mudam os preços.

  • Passagens aéreas para o Hawaii

    Os preços de passagens aéreas vão sempre depender da época e da pesquisa.

    Em dezembro estaremos no Havaí. Ficaremos 6 meses resolvendo 'algumas coisinhas'.

    Os preços de passagens aéreas vão sempre depender da época e da pesquisa feita. Comparando os preços das passagens aéreas que a gente pagou para vir de Maui (ilha havaiana) no início de junho para São Paulo, a gente pagou 51.08 dólares a mais agora, para ir de São Paulo para Honolulu (ilha Oahu, no Havaí).

    Em junho pagamos, para 2 pessoas, o total de $467.00 de Maui (cidade de Kahului) para Los Angeles pela United Airlines. E de Los Angeles a São Paulo foi $914.20 pela Avianca Airlines.

    Agora para dezembro, pagamos (também para 2 pessoas) $1.090.68 de São Paulo para Los Angeles pela Aeromexico Airline e $341.60 de Los Angeles a Honolulu (ilha Oahu, Hawaii) pela Hawaiian Airlines.

    Da vez passada a gente reservou tudo pelo site da Expedia, onde geralmente os preços são melhores. Desta vez foi pelo site da Orbitz (São Paulo para Los Angeles) e diretamente no site da Hawaiain Airlines (de LA para Honolulu).

    O que eu pude perceber também é que os preços para Los Angeles, pelo menos nestes sites de reservas internacionais, não são mais caros que para Miami e Orlando, por exemplo, que são geralmente os roteiros mais baratos, saindo do Brasil.

    Percebi também que sair do Brasil para outro país é geralmente mais caro do que vir dos Estados Unidos, por exemplo, para o Brasil. Na época, em junho, os preços estavam altíssimos por causa da temporada. Mas mesmo assim tinham mais opções de voos e preços. Agora, mesmo com 2 meses de antecedência, pagamos mais caro.

    Estes preços, é claro, são as combinações mais baratas de várias pesquisas. Dependendo da pesquisa, de voos do Brasil para o Havaí direto, sai muito mais caro, o dobro ou triplo do preço. Vale a pena pesquisar sobre as datas também. Às vezes, pela diferença de um dia, o preço vai lá nas alturas.

    Não é tão caro, mas também não é barato. E tem a volta também, que será mais ou menos em 6 meses. No caso de não sabermos exatamente a data de volta é melhor comprarmos somente as passagens de ida. É mais flexível e menos estressante. Além dos preços não mudarem tanto.

  • Explorando a Ilha Maui

    Maui é uma ilha para ser explorada de carro, parando em vários pontos.

    Maui é uma ilha para ser explorada de carro, parando em vários pontos.

    Após a parte leste da ilha, percorremos todo o sul indo para a porção oeste de Maui. A ilha é toda desigual, a parte noroeste da ilha é como se fosse uma ilhazinha grudada no restante de Maui. Passamos por Wailea, Kihei, Wailuku, Ka’anapali e Kapalua.

    A região noroeste de Maui é muito interessante também, com shoppings, comércio, restaurantes e muitos resorts. Tem uma área residencial com grandes condomínios de luxo e campos enormes de golf.

    Eu gostei muito de Kihei. É uma cidade não muito grande, mas tem tudo: praias boas, supermercados, restaurantes e bares. Se fôssemos morar aqui em Maui talvez seria nesta cidade.

    Passeando do leste para o oeste a gente percebe a mudança da vegetação.

    Passeando do leste para o oeste a gente percebe a mudança da vegetação.

    Paramos para conhecer uma loja de alimentos orgânicos, frutas e vegetais.

    Paramos para conhecer uma loja de alimentos orgânicos, frutas e vegetais.

    A loja fica no meio da mata, eles plantam e vendem as frutas e vegetais.

    A loja fica no meio da mata, eles plantam e vendem as frutas e vegetais.

    Jaca, mamão papaia, cana-de-açúcar, banana, abacaxi, verduras e outros.

    Jaca, mamão papaia, cana-de-açúcar, banana, abacaxi, verduras e outros.

    Cada milha, uma parada para apreciar a paisagem. Inacreditável.

    Cada milha, uma parada para apreciar a paisagem. Inacreditável.

    A estrada leva uma eternidade para ser percorrida. São longas e sinuosas.

    A estrada leva uma eternidade para ser percorrida. São longas e sinuosas.

    Acompanham sempre o mar ao redor com vistas maravilhosas.

    Acompanham sempre o mar ao redor com vistas maravilhosas.

    As praias mais bonitas são as de águas mais agitadas e perigosas.

    As praias mais bonitas são as de águas mais agitadas e perigosas.

    Algumas são boas para mergulhos, mas poucas. Não são como Oahu e Big Island.

    Algumas são boas para mergulho, mas poucas. Não são como Oahu e Big Island.

    O Franky não gostou de Maui. Ele prefere “mil vezes” Big Island por causa da simplicidade do pessoal e do estilo de vida “nativo”. Eu já não tenho certeza, gosto das 3 ilhas que visitamos, não saberia escolher apenas uma. Todas são completamente diferentes, com suas particularidades.

    Assim completamos os nossos últimos 11 dias dormindo dentro do carro, 7 no camping em Hilo, na Big Island e 4 meses anteriores em Oahu (no estúdio que alugamos). Até que não estamos tão cansados assim, mas não vemos a hora de dormirmos decentemente na posição completamente horizontal.

    Estamos nos preparando para 5 dias em Los Angeles antes de irmos finalmente para São Paulo. Vamos deixar o Hawaii com a sensação de que não vimos o suficiente. Pretendemos voltar, principalmente para explorarmos Oahu de carro, coisa que não fizemos, conhecer a ilha Kauai e outros lugares que deixamos para trás.

    Se um dia voltarmos a morar nos Estados Unidos será certamente no Hawaii. É um estado à  parte, com toda a infra-estrutura eficiente americana com o espírito Aloha, palavra que não há descrição, é estar aqui para sentir a energia.

    Para fechar esta expedição de 5 meses no Hawaii terminamos com um grande Mahalo (obrigado) a estas 3 ilhas tão maravilhosas e à sorte que tivemos em todo estes preciosos momentos no paraíso.

  • Viagem para Maui, Hawaii

    Maui, a ilha-resort é chique, com hotéis de luxo, lojas de marca e muita gente rica.

    Maui, a ilha-resort é chique, com hotéis de luxo, lojas de marca e muita gente rica.

    Chegamos de manhã bem cedo em Maui pela companhia aérea Hawaiian Airlines, empresa que faz a maioria dos voos entre as ilhas havaianas. Pegamos o nosso carro alugado pela Dollar Rental Car, um Toyota Yaris 2010 branco. O carro da Big Island era melhor, o Dodge Caliber.

    Maui é realmente a ilha mais bonita do Hawaii. Percorremos mais da metade da ilha de carro já, vimos a cidade principal, onde fica o aeroporto, Kahului, o comércio local, as praias, as montanhas e outras belezas naturais da ilha.

    A parte “civilizada” da ilha não é grande. É onde estão concentrados todos os shoppings, lojas, comércio em geral, supermercados e resorts de luxo. Maui é a ilha-resort. Quase não vimos nativos havaianos por aqui (como era na Big Island). A maioria é gente rica, turistas e aposentados americanos e japoneses.

    Chegamos em Kahului pela companhia aérea Hawaiian Airlines.

    Chegamos em Kahului pela companhia aérea Hawaiian Airlines.

    Kaluhui é uma cidade linda, muito arborizada e florida. Tudo é bonito.

    Kaluhui é uma cidade linda, muito arborizada e florida. Tudo é bonito.

    Flores por todos os lugares, ruas, lojas, shoppings, casas e hotéis.

    Flores por todos os lugares, ruas, lojas, shoppings, casas e hotéis.

    Totens nas poucas lojas rústicas e feirinhas de artesanatos em Kaluhui.

    Totens nas poucas lojas rústicas e feirinhas de artesanatos em Kaluhui.

    Na área de Kahului, norte da ilha, o trânsito é maior, você encontra tudo o que qualquer cidade americana tem. As principais lojas e restaurantes, hotéis, todos luxuosos. Muitos têm carros grandes, barcos de passeio e casas em praias particulares, sem acesso público.

    Tudo é bem florido e verde. Como eu comentei com a minha mãe por email, parece Campos do Jordão (área de Capivari) com praia e clima quente. Cenário perfeito para muita gente. Como viemos para ver as belezas naturais e não comerciais, fomos logo para o “meio do mato” explorar as outras áreas de Maui.

    As praias da região nordeste da ilha têm areias finas e marrons-claras.

    As praias da região nordeste da ilha têm areias finas e marrons-claras.

    Conhecemos um salva-vidas brasileiro, de Recife. Ele mora faz 2 anos em Maui.

    Conhecemos um salva-vidas brasileiro, de Recife. Ele mora faz 2 anos em Maui.

    As ondas são muito fortes devido à intensidade do vento.

    As ondas são muito fortes devido à intensidade do vento.

    As praias são mais bonitas para se ver, não para nadar ou mergulhar.

    As praias são muito bonitas para se ver, não para nadar ou mergulhar.

    As estradas da parte leste (a maior porção da ilha) são bem complicadas e maravilhosas. Bem sinuosas, de longo percurso, com vistas indescritíveis. Melhor seria se a gente estivesse dirigindo um jipe 4×4, pois muita parte da estrada é de terra, mão única ou trepidante. Algumas são asfaltadas e novas, mas todas sem lugares para parar ou comprar coisas.

    O nosso carrinho branco alugado sofreu com as estradas de Maui.

    O nosso carrinho branco alugado sofreu com as estradas de Maui.

    A vista é sempre interessante. Em qualquer ponto da ilha de Maui.

    A vista é sempre interessante. Em qualquer ponto da ilha de Maui.

    Rochas negras vulcânicas beirando as praias ao redor da ilha.

    Rochas negras vulcânicas beirando as praias ao redor da ilha.

    Plantações de arroz (acho que é arroz) nos vales das montanhas.

    Plantações de arroz (acho que é arroz) nos vales das montanhas.

    Como fizemos na Big Island, estamos passando por todas as praias.

    Como fizemos na Big Island, estamos passando por todas as praias.

    As estradas contornam as montanhas beirando a praia. São no meio de matas fechadas, em vales, penhascos e ladeiras. Passamos por áreas com rochas vulcânicas marrons, cachoeiras, arco-íris, flores perfumadas e exuberantes, fazendas com gados, desertos, cavernas e muitas praias.

  • O Café de Kona, na Big Island

    Café 100% Kona, produzido nas regiões montanhosas da Big Island, no Hawaii.

    Café 100% Kona, produzido nas regiões montanhosas da Big Island, no Hawaii.

    região de Kona é mundialmente conhecido pelo café produzido nas regiões montanhosas da Big Island. Toda a ilha vende o café de alta qualidade e muito saboroso.

    Passeando pelas lojas de Kona, a gente experimentou as amostras de café que eles dão nas ruas e lojas. O café de Kona é suave, sem o amargo característico do café comum. É bem saboroso, bem parecido com o café do Brasil (os de boa qualidade).

    Uma das mulheres que estava servindo o café de Kona estava explicando para a gente que o café que ela tinha para vender lá era bem fresco, tostados de manhã. Quando o café é fresco, recém-tostado, a embalagem fica até estufada. O ar sai por um furinho existente nas embalagens especiais de café fresco.

    Experimentamos o delicioso café de Kona oferecidos pelos vendedores nas ruas.

    Experimentamos o delicioso café de Kona oferecidos pelos vendedores nas ruas.

    Um pacote de café 100% Kona custa 22 dólares, meio caro.

    Um pacote de café 100% Kona custa 22.50 dólares, meio caro.

    As plantações de café são de tradição familiar havaiana, de gerações.

    As plantações de café são de tradição familiar havaiana, de gerações.

    Existem várias marcas de café no mesmo estilo, 100% Kona.

    Existem várias outras marcas de café no mesmo estilo, 100% Kona.

    Estes são os cafés 100% Kona. Existem alguns cafés vendidos nos supermercados e lojas, os chamados 10% Kona, um pouco mais baratos. São os cafés de Kona misturados com os cafés do terceiro mundo, como o Brasil e Indonésia. A qualidade destes outros cafés é praticamente a mesma, mas a mão-de-obra é mais barata.

    Estamos voltando aos poucos para a área de Hilo, onde iremos pegar o nosso voo para Maui, a outra ilha havaiana. A gente vem do norte para o nordeste, onde fica o aeroporto de Hilo.

    Esta montanha fica na parte norte da ilha, existem várias assim por lá.

    Esta montanha fica na parte norte da ilha, existem várias assim por lá.

    A gente nunca se cansa de fotografar as flores por onde andamos.

    A gente nunca se cansa de fotografar as flores por onde andamos.

    Águas claras em alguns pontos agitados do mar. Rochas pretas.

    Águas claras em alguns pontos agitados do mar. Rochas pretas.

    Algumas fazendas lindas na parte country da ilha, área central da Big Island.

    Algumas fazendas lindas na parte country da ilha, área central da Big Island.

    Vimos mais montanhas, fazendas e várias áreas no estilo country. Algumas cidades um pouco maiores no caminho com supermercados e algumas outras lojas conhecidas, mas bem poucas. Tudo muito calmo, bem afastado de tudo e muita área verde florida.

    Conhecemos a área de pescadores onde dormimos uma noite. Eles saem no meio da noite para pescar com seus barcos. O vilarejo é movimentado, gente chegando e saindo a noite toda. A cidade é tão pequena que o pessoal toma cerveja nas ruas, considerado contra a lei dos Estados Unidos. Muito bonita a vista dos barcos à noite, banhados pela lua cheia.

    Vilarejo dos pescadores. Dormimos uma noite lá, com lua cheia e tudo.

    Vilarejo dos pescadores. Dormimos uma noite lá, com lua cheia e tudo.

    No caminho para Hilo, na parte country, as placas de "pare" são em havaiano.

    No caminho para Hilo, na parte country, as placas de "pare" são em havaiano.

    Paisagens maravilhosas no caminho, como sempre, em todo o redor da ilha.

    Paisagens maravilhosas no caminho, como sempre, em todo o redor da ilha.

    A expedição Big Island está chegando ao fim. Maui “express vai começar, durando apenas 3 dias. Pretendemos percorrer a ilha toda também, de carro. Agora somos especialistas em explorar as ilhas do Havaí. Provavelmente vamos dormir no carro por lá também. É mais prático e econômico.

  • A Experiência Oahu

    O melhor de tudo em Oahu foi, definitivamente, mergulhar em Hanauma Bay.

    O melhor de tudo em Oahu foi, definitivamente, mergulhar em Hanauma Bay.

    Aproveitando o último dia aqui em Honolulu, a capital do Havaí (na ilha Oahu), a gente acaba fazendo uma análise destes meses todos aqui no paraíso.

    Completamos 4 meses e 1 semana desde que chegamos aqui em Honolulu. Foi uma experiência muito valiosa, matamos a curiosidade de conhecer um dos melhores lugares do mundo.

    Conversando com outros brasileiros que já estiveram aqui também, chegamos a conclusão de que o Havaí é muito diferente do que imaginávamos, antes de virmos. A maioria vem mesmo para Honolulu, Waikiki, a área mais turística e cheia de atrações.

    Com uma viagem rápida, de apenas uma semana por exemplo, não é possível conhecer o Havaí em um todo. É apenas uma pincelada do que as ilhas têm de mais turístico. Vale a pena, mas não seria o suficiente para nós. Queríamos ver de perto um pouco mais além do mostrado nos catálogos de férias.

    Confesso que, no meu caso, achei que Honolulu não fosse tão civilizado assim. Eu sabia de todas as lojas, shopping centers e a infinidade de hotéis e restaurantes, mas mesmo assim, tem muito mais prédios do que eu imaginava. O que não é ruim, apenas diferente do que eu tinha em mente.

    A praia de Waikiki foi onde mais ficamos. É linda, principalmente à noite.

    A praia de Waikiki foi onde mais ficamos. É linda, principalmente à noite.

    North Shore tem as melhores praias. Lanikai Beach é a melhor.

    North Shore tem as melhores praias. Lanikai Beach é a melhor.

    Depois de tantas praias assim, não sabemos o que esperar de Maui e Big Island.

    Depois de tantas praias assim, não sabemos o que esperar de Maui e Big Island.

    Não imaginava encontrar um cenário tão urbano em Honolulu.

    Não imaginava encontrar um cenário tão urbano em Honolulu.

    O povo havaiano é o que o Havaí também tem de especial. Aloha e Mahalo!

    O povo havaiano é o que estas ilhas também tem de especial. Aloha e Mahalo!

    De todos os estados americanos, o Havaí deve ser o melhor para se morar em termos de qualidade de vida. O pessoal tem lazer aqui, contato com a natureza (e que natureza!) e uma vida mais saudável. Um dia, quem sabe, voltaremos (para morar) quando estivermos mais velhos.

    Por enquanto temos uma missão pessoal no Brasil. Eu gostaria de comparar a vida no Brasil após tanto tempo fora. Mudou muita coisa por lá, e eu mudei também. A gente muda de acordo com a nossa vivência. E os lugares, de acordo com o nosso ponto de vista.

    E, por falar em comparar, estaremos bem atentos às diferenças das outras ilhas havaianas onde passaremos os próximos dias: Big Island e Maui.

  • Alugar Carro nos Estados Unidos

    Para conhecer Maui é necessário alugar carro para chegar nos lugares que ônibus não chega.

    Para conhecer Maui é necessário alugar carro para chegar nos lugares que ônibus não chega.

    Após os 15 dias que estamos planejando na Big Island vamos ficar menos de 3 dias em Maui. Pretendemos também acampar em algum dos parques estaduais de lá.

    Sempre tivemos medo de alugar carro aqui nos Estados Unidos. É porque nunca entendemos ao certo as taxas que eles cobram além do preço mostrado, seguro, estas coisas. Vimos na internet que a maioria dos americanos não sabem ao certo como funciona o aluguel de carro aqui.

    A gente resolveu ligar para o nosso cartão de crédito Visa para sabermos um pouco mais de detalhes sobre como funciona no caso de algum dano no carro. No nosso caso, talvez porque nosso cartão é mais antigo, eles cobrem qualquer arranhão que o veículo possa sofrer. Foi o que disseram.

    Alugamos então um carro econômico por 2 dias e meio (que é o período que a gente precisa). Vamos pagar 80 dólares por este período, incluindo todas as taxas. É claro que pesquisamos muito antes para pagar a menor tarifa (que varia dependendo da data e hora).

    Ficaremos menos de 3 dias em Maui, muito pouco tempo.

    Ficaremos menos de 3 dias em Maui, muito pouco tempo.

    Temos que ver mais baleias em Big Island e Maui. Vimos uma em Oahu.

    Temos que ver mais baleias em Big Island e Maui. Vimos uma em Oahu.

    Ouvimos dizer que a ilha toda de Maui cheira flores. Deve ser linda.

    Ouvimos dizer que a ilha toda de Maui cheira flores. Deve ser linda.

    Maui é uma ilha com menos infra-estrutura do que Oahu (onde estamos) e Big Island. Seria um desperdício não poder chegar nos lugares por falta de transporte. Sem contar na comodidade de estar de carro, jogar tudo no banco de trás e não se preocupar em ficar carregando a bagagem.

    Quem sabe a gente decide alugar um carro na Big Island também, por alguns dias. Como vamos ficar mais tempo por lá provavelmente vamos descobrir coisas que o ônibus (precário) da ilha não chega.

    Quase tudo arrumado para segunda-feira. Estamos limpando o apartamento, organizando as últimas coisas. A nossa bagagem está maior do que quando a gente veio para cá. É sempre assim, mesmo jogando quase tudo fora.

  • As Mais Belas Paisagens

    Molokini, uma ilhazinha do lado de Maui, bem pertinho. Dá para ir de barco.

    Molokini, uma ilhazinha do lado de Maui, bem pertinho. Dá para ir de barco.

    Como a gente já tinha pesquisado bastante sobre o vulcão da Big Island, começamos agora a nos informar um pouco mais sobre a ilha Maui, destino que a gente já tinha desistido há muito tempo, pensando que não daria para a gente ir.

    Só para começar, a gente descobriu um lugar fantástico chamado Molokini. É uma ilhazinha pequena, do lado de Maui, dá para ir de barco. De origem também vulcânica, a pequena ilha tem um formato de meia-lua, excelente para mergulhos. Existe uma grande variedade de peixes ao redor.

    Como vamos ficar pouco tempo em Maui, mas de carro, pretendemos fazer um roteiro bem especial, escolhido a dedo, não perdendo muito tempo com coisas semelhantes ao que a gente já viu aqui em Oahu.

    Maui tem as paisagens mais bonitas do Hawaii, segundo sites de viagens.

    Maui tem as paisagens mais bonitas do Hawaii, segundo sites de viagens.

    E um pôr-do-sol incrível. Isso já dá para imaginar por aqui.

    E um pôr-do-sol incrível. Isso já dá para imaginar por aqui.

    Para chegar na maioria dos lugares tem que ser de carro mesmo.

    Para chegar na maioria dos lugares tem que ser de carro mesmo.

    Quem sabe a gente vê a tartaruga-verde em Maui ou Big Island?

    Quem sabe a gente vê a tartaruga-verde em Maui ou Big Island?

    É inacreditável a variedade de coisas para se fazer em todo o Hawaii. Além de muito dinheiro é preciso muito tempo para poder conhecer as principais atrações que as ilhas oferecem. Eu fico imaginando como são as outras pequenas ilhas, menos turísticas também.

    Estamos em nossos últimos dias aqui em Oahu. Segunda-feira estaremos em Big Island. A bagagem já está sendo “elaborada” e cortada pelo meio. Vamos nos desfazer de mais um pouco de coisas, ficaremos somente com o essencial. Na verdade, o essencial do essencial.

    Compramos uma barraca pequena, de escoteiros mirins. Era pequena, leve e barata, o Franky nem cabe dentro direito. O colchonete então, nem se fala. Compramos aqueles de praia, coloridos, infláveis. O plano é tentar sobreviver por lá só com isso. São 15 dias de camping na Big Island.

    Caso não der certo estes nossos equipamentos precários (mas leves e práticos), vamos direto no Walmart de lá e nos ajeitar melhor. A barraca custou 25 dólares e os colchonetes 2 dólares cada. Além de um grande desafio será também um grande desconforto. Mas somos teimosos demais, vamos tentar.

  • Viagem para Maui

    Maui, a ilha mais bonita do Havaí, entrou para os nossos planos.

    Maui, a ilha mais bonita do Havaí, entrou para os nossos planos.

    O engraçado foi que a gente reservou as passagens aéreas de Oahu para Big Island e de Los Angeles para São Paulo. Nem estávamos preocupados com os preços do Hawaii para a Califórnia. Aconteceu que tudo está um absurdo de caro, subiu tudo de repente.

    De tanto a gente clicar no site da Expedia, descobrimos que saía mais barato a gente ir de Big Island para Maui, alugar carro lá por 3 dias (porque não dá para fazer nada lá sem carro) e depois pegar um voo direto para Los Angeles.

    Para quem pegou o bonde andando é confuso assim mesmo. Estamos tentando ir do Havaí para o Brasil da melhor forma, aproveitando preços e oportunidades de passeios.

    Para que facilitar se a gente pode complicar, não é mesmo? Então fica assim: Oahu (onde estamos, no Havaí), Big Island (a outra ilha do Havaí), Maui (ilha havaiana também), Los Angeles e São Paulo. Isso nem é viagem mais, é uma maratona.

    Com este “trio havaiano”, Oahu, Big Island e Maui, a gente completa o nosso plano inicial de conhecer as 3 principais ilhas do Havaí.

    Ouvimos dizer que Maui é a ilha mais bonita do Havaí. Será verdade?

    Ouvimos dizer que Maui é a ilha mais bonita do Havaí. Será verdade?

    É a segunda maior ilha do Havaí com alguns voos direto para a Califórnia.

    É a segunda maior ilha do Havaí com alguns voos direto para a Califórnia.

    Deve ser muito mais tranquila que Oahu, menos turistas por todo lado.

    Deve ser muito mais tranquila que Oahu, menos turistas por todo lado.

    Oahu, Big Island e Maui. Missão mais do que completa no Havaí.

    Oahu, Big Island e Maui. Missão mais do que completa no Havaí.

    Em Maui pretendemos acampar dentro de um parque estadual, ainda estamos pesquisando. Entre as 3 ilhas é a mais precária em termos de turismo e a mais rica em termos de paisagens. Por isso o aluguel do carro, queremos conferir de perto esta maravilha.

    Maui é a segunda maior ilha do Havaí. A maior é a Big Island, como o próprio nome diz. Não sabíamos nada sobre estes nomes até virmos para cá. Agora a gente fala delas como se fossem familiares há muito tempo.

    Parece muito lindo este planejamento todo, mas é bem trabalhoso e cansativo, como toda viagem complicada. E, como todos sabem, viagem é planejamento, não tem como fugir. A recompensa vem depois, quando os planos dão certo.

Todas as Viagens

Comentários

  • Gustavo Woltmann: Lindas imagens da cidade. Fui para Balneário...
  • denise: anonimo já diz covarde , ignorante e preconceituoso, vc...
  • Ken: Caracas…. quanto japa!! Fora vcs dois, o resto era tudo...
  • Bilir: No deis nunca, nunca, nunca, por muerto al Madrid. Es un...